Tradutor, selecione o idioma:

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Jesus é a pedra sobre a qual se constrói a fé e a conduta do crente

Começamos o ano [em 2010]com os trágicos desabamentos em Angra dos Reis e o segundo trimestre com os trágicos desabamentos no Rio de Janeiro e em Niterói. O que aconteceu com as casas construídas sobre toneladas de lixo, no morro do Bumba, em Niterói, nos leva ao final daquele longo sermão que Jesus proferiu do alto do monte Chifres de Hatim, entre o mar da Galileia e a cidade de Cafarnaum. Nessa ocasião, Jesus faz referência a dois tremendos desabamentos.

O primeiro envolve a destruição de um imóvel construído imprudentemente sem apoio algum. Trocando a palavra “terra” por “lixão”, o texto relata exatamente o que aconteceu em Niterói: “[Certo] homem construiu uma casa no “lixão”, sem alicerce. Quando a água bateu contra aquela casa, ela caiu logo e ficou totalmente destruída” (Lc 6.49, NTLH).


O segundo envolve a repentina destruição de um projeto de fé e esperança construído sem o alicerce necessário. Jesus é a pedra sobre a qual se constrói a fé e a conduta do crente. Sem esse fundamento, mais cedo ou mais tarde, a casa desaba. Se alguém construir o seu edifício religioso sobre a pedra e não sobre a areia, a terra ou o lixão, mesmo que a água bata contra essa casa, ela não se abalará nem desmoronará (Lc 6.46-49).

Se é difícil convencer um morador a não construir sua casa sobre um lugar de risco, quanto mais convencer um pecador a construir sua fé e sua conduta sobre a pessoa e o ensino de Jesus Cristo! A possibilidade de acreditar no desmoronamento de uma casa construída no lixão é difícil; a possibilidade de acreditar no desmoronamento de uma esperança é muito mais.

É assim que Jesus termina o Sermão do Monte!

autor: Elben César
#JesusCristoRenovouMinhaVida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...