Tradutor, selecione o idioma:

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Deus escolhe ser paciente


Deus é longânimo quando ele dá tempo para o pecador se arrepender. Deus seria perfeitamente justo se ele castigasse o pecador na hora, mas ele escolhe ser paciente. 

A longanimidade de Deus é vista nos dias de Noé, dando tempo para os homens se arrependerem (1 Pedro 3:20). Na época de Neemias, o povo reconheceu que Deus tinha sido muito paciente com seus antepassados (Neemias 9:29-30). 

Podemos ver esta mesma longanimidade em nossas vidas. 

Se Deus castigasse cada pessoa no momento do seu primeiro pecado, o que teria acontecido conosco. Eu não estaria vivo para escrever este artigo, e quem estaria aqui na terra para lê-lo?

_______________  por Dennis Allan


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A consolação divina é assim

2 Coríntios 1:4 - Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.

Ultimamente, tenho adotado o título de pregador desmotivacional. Enquanto uma boa parte dos evangelistas que tenho visto por aí tem dito que "chegou o tempo de parar de sofrer", eu ainda anuncio, como o Mestre Jesus fazia, que "no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo (...)" (Jo 16.33). 

O sofrimento é uma parte natural do nosso discipulado. Mas podemos ter bom ânimo diante das aflições, porque Cristo venceu o mundo e nos fez filhos do "Deus de toda consolação" (2 Co 1.3). Consolar aqui significa "animar", "oferecer conforto". 

Eu vejo nessa afirmação bíblica a minha figura de pai me relacionando com minha filha. Quando ela se assusta, ou se machuca brincando, eu rapidamente a pego no colo e aperto contra o meu peito. Com esse gesto, estou dizendo para ela: "filha, fique tranquila, papai está aqui, vai tudo ficar bem". 

A consolação divina é assim. O Pai nos envolve com seu amor, e pela presença do Espírito, nos recorda que, embora os dias sejam trabalhosos, aguardamos um tempo em que o mal será banido do universo, e viveremos para sempre com Ele.

Deixa Ele te abraçar bem forte! 
Pastor Sérgio Fernandes/devocional-amoremcristro

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Discípulo humilde


O entendimento da relação do discípulo com o Mestre naturalmente criará em nós um respeito profundo pela vontade do Senhor. Enquanto outros defendem muitas práticas erradas, dizendo que Deus não as proibiu, o discípulo fiel examina com mais cuidado e percebe que a Bíblia não é um livro de proibição e, sim, de permissão. 

Ao invés de tentar justificar a sua própria vontade, o seguidor de Jesus se limita às coisas que Deus permite, as coisas autorizadas nas Escrituras. Ele percebe, pelo estudo da palavra, que não devemos ultrapassar o que Deus revelou, pois tal abordagem aumenta a arrogância ao invés de demonstrar a humildade de servos do Senhor (1 Coríntios 4:6). 

Pessoas egoístas seguirão a sua própria sabedoria e dirão que têm liberdade para tratar a Bíblia como uma mensagem "dinâmica" que se adapta à circunstância atual (Provérbios 14:12; Jeremias 10:23; 1 Samuel 13:12). Mas as pessoas espirituais mostrarão respeito maior para com Deus, sabendo que ele é perfeito e perfeitamente capaz de revelar sua vontade aos homens "uma vez para sempre" (Judas 3) para os habilitar "para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16-17). 

O servo fiel entende que o Mestre Jesus recebeu autoridade para mudar a lei, fazendo o que não fora autorizado anteriormente (Hebreus 7:11-14). Mas o discípulo humilde jamais ousaria mudar a lei ou ultrapassar o ensinamento de Jesus (2 João 9).

__________ por Dennis Allan

(grifo meu)



sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Seguir o projeto do Senhor

O homem que tem bom sucesso na vida é aquele que permite a Deus dirigir seus passos em qualquer situação, como um membro do corpo espiritual de Cristo, a igreja, como um cidadão, um empregado e um esposo ou pai.

No dia do Juízo Final, o Senhor não perguntará com que velocidade uma pessoa pode correr, a que distância pode chutar uma bola, quanto dinheiro acumulou através de negócios, ou mesmo quão famoso foi na vida. Cada um de nós será julgado pelo manual do sucesso do Senhor (João 12:48).

A medida de nosso sucesso será como seguimos o projeto do Senhor para um homem piedoso. O mundo, certamente, mede os homens por um padrão diferente, mas é a Deus a quem devemos prestar contas.

_________ por Allen Dvorak





segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Deus sabe tudo!

por Wim Malgo,

Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço." Romanos 7.19

Essa não é a sua imagem? Você gostaria de vencer sua ira, seus vícios obscuros, seus pecados, mas não obtém vitória? Por que não? Porque sua entrega não é completa. "Sim", você diz, "bem que eu gostaria de viver totalmente para Jesus, mas não tenho forças."

Deus não espera força da sua parte, pelo contrário. Se você segue a Jesus, não se tornará forte de repente, mas continuará tão fraco como era antes. Mas mesmo assim é possível ter uma vida vitoriosa, pois a vitória do Senhor Jesus na cruz do Calvário é uma realidade.

Lá na cruz, Ele exclamou: "Está consumado!" Mas será que então, no momento em que você se decidir por Jesus, de repente você se tornará forte para vencer? Não, isso também não. Você continuará tão fraco como antes, e até se tornará mais fraco ainda. Mas por meio da sua decisão consciente você libera uma força que não tem em si mesmo, mas que está à sua disposição.

Após o seu sim total a Jesus fica à sua disposição todo o poder vitorioso de Jesus. Não olhe agora para os seus pecados, não olhe para a sua fraqueza. Deus sabe tudo! Ele sabe que tipo de criaturas somos. Também não olhe para as preocupações que pesam em seu coração, mas lance-se nos braços fortes de Jesus!


sábado, 4 de outubro de 2014

A ansiedade é enganadora


A ansiedade tem o poder de criar um problema que não existe – Muitas vezes sofremos não por um problema real, mas um problema fictício, gerado pela nossa própria mente perturbada. Os discípulos olharam para Jesus andando sobre as águas, vindo para socorrê-los e cheios de medo pensaram que ele era um fantasma.

A ansiedade tem o poder de aumentar os problemas e diminuir nossa capacidade de resolvê-los – Uma pessoa ansiosa olha para uma casa de cupim e pensa que está diante de uma montanha intransponível. As pessoas ansiosos são como os espias de Israel, só enxergam gigantes de dificuldades à sua frente e vêem a si mesmos como gafanhotos. Davi e os soldados de Saul. Todos vêem o gigante, Davi olha a vitória. Geazi olhou os inimigos e ficou com medo, Eliseu olhou com outros olhos.

A ansiedade tem o poder de tirar os nossos olhos de Deus e colocá-los nas circunstâncias – A ansiedade é um ato de incredulidade, de falta de confiança em Deus. Onde começa a ansiedade termina a fé.

A ansiedade tem o poder de tirar os nossos olhos da eternidade e colocá-los apenas nas coisas temporais – Uma pessoa ansiosa restringe a vida apenas ao corpo e às necessidades físicas. Jesus disse que aqueles que fazem provisão apenas para o corpo e não para a alma são loucos. John Rockefeller disse que o homem mais pobre é aquele que só tem dinheiro.

[...]

No Reino de Deus você tem o que você dá e perde o que você retém. No Reino de Deus há ricos pobres e pobres ricos. A grande questão é onde está o nosso tesouro. Se ele estiver nas coisas, então iremos fazer um investimento errado e vivermos ansiosos. Mas se o nosso tesouro estiver no céu, no Reino de Deus, então, buscaremos esse Reino em primeiro lugar e viveremos livres de ansiedade para nos alegrarmos em Deus e deleitarmo-nos nele para sempre.

_________ parte do texto de Hernandes Dias Lopes 




quarta-feira, 1 de outubro de 2014

A maravilhosa esperança


Que maravilhoso dia será o dia do Arrebatamento para todos os crentes que estiverem vivos, mesmo para aqueles que não acham que ele pode acontecer a qualquer momento. Será maravilhoso porque nossa salvação estará completa à medida que a Igreja perceber tudo aquilo pelo que temos aguardado, inclusive vermos o Senhor face a face pela primeira vez.

A maravilhosa esperança do Arrebatamento para a Igreja deveria ser algo real na vida de todos os crentes, porque as epístolas se aplicam a nós hoje tanto quanto se aplicavam aos crentes quando elas foram escritas. Tal maravilhosa esperança é uma das principais razões pelas quais nós alegremente vivemos por Cristo hoje e priorizamos nossa vida tendo em vista os valores eternos, sabendo que temos “uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros” (1Pe 1.4) Maranata!

_________por Thomas Ice

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...